Save the Kiwi

Posted in Vídeo by Colaborador on 03/06/2007

Na Nova Zelândia existe uma ave chamada Kiwi, como a fruta. Tem o tamanho aproximado de uma galinha e suas asas são minúsculas, por isso não voa. Apesar de simpática, esta espécie está ameaçada de extinção.

Pensando nisso, o governo da terra natal da ave lançou a campanha “Save the Kiwi”. No site oficial, em inglês, é possível encontrar várias formas de contribuir para que esse animalzinho não deixe de existir, além do vídeo que está no começo deste post.

 

[+] Saiba mais sobre o Kiwi

[+] Site oficial da campanha

Joel Minusculi
Que se pergunta qual seria o gosto desse tipo de Kiwi

MiGuXeiToR

Posted in Internet by Colaborador on 03/06/2007

Miguxos

Uma pessoa normal demora cerca de sete anos para aprender um novo idioma com fluência. Não há dados confiáveis quanto ao tempo necessário para desaprender uma língua, mas a quantidade de monoglotas na web 2.0 revela que este período também deve ser longo.

O internetês e principalmente o miguxês ainda são fenômenos sob estudo dos lingüistas. Nascidos nos obscuros grotões dos antigos fotologs, as duas dissidências da Língua Portuguesa se espalharam como praga por endereços populares como Orkut e YouTube.

Enquanto não existe um endereço .com.mig para segregar esta novidade, os internautas têm de decifrar os hieróglifos na raça mesmo. No entanto, a comunicação com o mundo cor-de-rosa e esfranjeado dos emos tornar-se bem mais fácil com o novíssimo tradutor online MiGuXeiToR.

O MiGuXeiToR é capaz de traduzir o nosso idioma para três novíssimos dialetos que pululam na Internet. Vejam como fica uma frase originalmente escrita em português e as suas traduções:

Português – Hoje estou me sentindo meio mal. Acordei e não vi a Emuxa, minha coruja de pelúcia fofa. Cadê você? Coitada, deve ter caído da cama, de novo. Só de pensar nisso já chorei. Que vida cruel. Não posso deixar ela sozinha nem por um segundo… Ufa, que alívio! Ela estava aqui, embaixo do meu cheirinho.

Internetês – hj tou me sentindo 1/2 mal. acordei e nao vi a emuxa, minha coruja de pelucia fofa. cade vc?? coitada, deve ter caido da cama, de novo. soh de pensar nisso jah chorei. q vida cruel. nao posso dexar ela sozinha nem por 1s… ufa, q alivio!! ela tava aqui, embaixo do meu cheirinho 🙂

Miguxês – hj to me sentinu 1/2 mau…… acordei i naum vi a emuxa…minha koruja d pelucia fofa…… kd vc??!?! koitadeenha…devi te kaidu da kama…d novu…… soh d pensah nissu jah xorei…… ke vida krueu…… naum possu dexah ela sozinha nem por 1s……………… ufa…ke aliviu!!!!! ela tava aki…embaixu du meu xeirinhu huahuahua

Neo-Miguxês (ainda em testes) – hj Tow me seNtINu 1/2 mAu…… aCorDei I nAum Vi A eMUxXxAh…mINhAH KoRujAH dI PELuCIah FoFUxXxAH…… KD VUxXxe??!?! KOITaDEENHAh…Devi Te kAIdU daH KAMaH…dI nOvU…… soh Di pENsAH niXXu JAH xXxOrEi…… Ki vIDAh KRUEU…… naum poXXu DexXxAh ELah sozInHAH nEM POr 1 SIGUnDu……………… ufAH…KI aliVIU!!!!! ELah tavah AKi…eMbaIxXxU dU meU xXxEIriNhU kkkKKkKkkKK

Como podem ver, o MiGuXeiToR é uma ferramenta revolucionária de comunicação entre emos e humanos. Seus dedo mínimo esquerdo nunca mais ficará inchado de tanto pressionar o Shift, e a sua córnea agradece.

O MiGuXeiToR tem como principal função auxiliar a alfabetização dos falantes destes três dialetos, já que há pouquíssimos artigos ou resenhas escritas nestas línguas. Como último exemplo, apreciem um texto de um famoso colunista de Itajaí em neo-miguxês:

vamuxXx PEdALaH??!?! QQ DIAH DeXXixXx vOw mONtah u klube Dah BicIClETah i konvIDah PrAH KompOR A prImeRAh diReTORIaH uxXx pedALEiRUxXx: geRd kLotz…CeLinhu fURTadEeNHu…tHIAGu floRianu…RubenxXx angiOleTTi i SilvIu MACEdU……

Francisco da Silva
Que fala português, portunhol e peixerês

Tecnologia a serviço público mesmo!

Posted in Comportamento by Colaborador on 03/06/2007

celular

Até onde é capaz de ir a loucura da mente humana? Ninguém conseguiu definir este limite ainda. E, pelo avanço da tecnologia praticamente a velocidade da luz (tá, do som), não vai definir tão cedo. Mas e o que tem a ver a tecnologia com a loucura humana? Tudo! Até porque, com tudo que inventam por aí só sendo louco mesmo…

Mas o objeto de análise neste momento nem é algo tão inovador: é o simples telefone celular. Hoje ele um equipamento indispensável para 90% da população mundial, ou quase isso. O restante não tem celular porque não pode meeeeeeeeeeesmo, ou porque não quer – esta última é uma atitude que eu admiro muito, diga-se de passagem.

Voltando aos humanos (o motivo real deste texto), é possível verificar uma vasta variedade de seres desta espécie observando apenas seus telefones celulares. Só para constar, antigamente se dizia que se você quisesse conhecer uma pessoa bastava verificar o seu lixo. Hoje apenas verifique o seu celular. A cada mês são lançados no mercado lotes de lançamentos que fazem sempre alguma coisa diferente: fotografam, filmam, cantam, dançam e só falta fazer café. E com todos esses recursos a galera se solta.

Tem mais! Clique aqui » (more…)