Faltou fôlego

Posted in Esporte, Relato by Colaborador on 29/10/2007

Neste domingo (28) participei da Corrida Rústica da Meia Maratona de Blumenau. Contente pelo início de uma nova prova esportiva na cidade e ávido pela busca de uma vida um pouco mais saudável, fugindo do sedentarismo, decidi correr os cinco quilômetros que a prova exigia.


Sendo que o único tipo de atividade física que pratico ainda é o jogo de sinuca, cinco quilômetros estavam muito além da minha capacidade física, e se eu conseguisse terminar a prova, mesmo que caminhando, já me consideraria um campeão.

Larguei e logo me juntei a um grupo de atletas da Fundação Municipal de Desportos, que por sua vez acompanhava corredores da prova principal da meia maratona, com 21 quilômetros. Pelo que eu havia visto no mapa da prova, o trajeto parecia ser do parque Vila Germânica até o Shopping Neumarkt e voltar. Passei o shopping e vi que não tinha nenhum sinal de retorno, então continuei correndo.

A esta altura, as meninas da FMD já haviam se distanciado do grupo, e eu mantive meu ritmo, contente por estar correndo entre os primeiros grupos de competidores. Ao lado dos atletas dos 21 quilômetros, passei por um posto de entrega de copos d’água, em frente à rua Floriano Peixoto. Segui correndo, bebendo a água e imaginando se o tal ponto de retorno não chegaria nunca, afinal de contas, já estava morto de cansaço.

Segui correndo e nada. Quando avistei a Fonte Luminosa, no final da rua 7 de setembro, já tinha certeza que algo estava muito errado. Eu não sou bom de cálculos, mas sei que a rua 7 tem mais do que apenas 2,5km.

Avistei as meninas da FMD à minha frente, já num ritmo mais lento e claramente perdidas. Me informei com um guarda de trânsito que me confirmou: “cinco quilômetros? Você já está indo para os dez quilômetros, rapaz ”.

Fiz a volta ali mesmo, e as meninas fizeram o mesmo.

Resultado, ao invés de correr cinco quilômetros da prova, corremos cerca de sete quilômetros, quase 50% a mais do que deveríamos. Para mim tudo bem. Afinal de contas, eu estava lá em busca de vencer meus limites físicos, e consegui provar que consigo correr ainda mais do que a prova me exigia.

Agora pense pelo lado das duas meninas. Elas estavam na terceira e quarta colocação de suas categorias, respectivamente. Teriam grandes chances de se recuperarem, e o pódio era quase certo. Elas estavam nesta prova para treinar para os Jogos Abertos de Santa Catarina. O treinamento não funcionou, pois não puderam contabilizar seu tempo, e elas chegaram nas últimas colocações de uma prova que estavam competindo como favoritas.

Depois de terminada a prova e recuperado o meu fôlego, fui me informar e descobri que passou de dez o número de competidores que passaram o ponto de retorno. Diversos atletas profissionais, inclusive.

Agora eu pergunto. Dá para apostar num evento que já começa assim desorganizado? Com as palavras do técnico Ivo, da FMD: “Estamos inconformados, essa prova é uma vergonha”.

Fábio Ricardo
Que cansou e se inconformou,
mas ficou feliz de saber do que é capaz.

Anúncios

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Thiago Floriano said, on 29/10/2007 at 2:13 pm

    Na próxima, vou junto… mas nem vem que não tem… são só 5 e pronto!

  2. Larissa Tietjen said, on 29/10/2007 at 3:22 pm

    Ah! Quando comecei a ler pensei que você completaria os 21 quilômetros. Heheh.

  3. Felipe said, on 29/10/2007 at 5:46 pm

    Meu deeus do céu. Eu não conseguiria correr nem um Km.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: