Sonhos Ilimitados (My darling child)

Posted in Comportamento, Música, Relato by Colaborador on 18/02/2008

 

Uma amiga recente escreveu que admira quando os homens mostram seus sentimentos.

Passei a vida, dividido entre decisões gerenciais, metas e a manutenção de algum tipo de justiça que não esquecesse o lado humano.

Mais do que respeito, era não esquecer de minha própria existência.

Um dia combinei comigo mesmo que queria viver a vida por valer ser vivida.

Ainda que até hoje, tenho e devo decidir muitas coisas com aparente frieza, mudei.

Uma madrugada saí de casa, fui até o mar, até a beira da água, a ponta das ondas nas pontas dos meus pés.

Oceano, oceano e oceanos e mais nada. Só o barulho das ondas.

O escuro do céu, perdido em algum lugar no escuro do mar.

O vento infinito e de lado a lado, minhas mãos tocando o Sempiterno.

Areia, solidão e mar embalando meu devaneio.

Vidas e rostos passeando na memória.

Vidas de ontem e gente que vem chegando…

Viver também é um desfile, rostos, formas, risos e lágrimas.

Alguns ficam, outros se vão, alguns chegam e a parada continua.

De repente percebi onde estava e tive medo.

Rapidamente atravessei a avenida.

Entrei pela John Kennedy e me tranquei em casa.

O mundo é bom.

Nós é que não.

Mas vale continuar tentando…

A música de hoje é dedicada ao pequeno João Hélio.

Em 1994, Siñead O’Connor lançou um CD chamado Universal Mother, sobre a experiência de ter um filho.

Para vocês, Siñead O’Connor e “My Darling Child”

 

My Darling Child – Download
Sinead O’Connor

My darling child
My darling baby
My darling child
You gave life to me
My darling child
My darling baby
My darling child
You came and saved me
My darling child
My darling baby
My darling child
God gave you to me
Me little ninja
My little dancer
Me little street fighter
Me little chancer
Me lovely boy
Me lovely babby
My pride and joy
Me little puppy
Me little wolf
Me little lamby
My favourite boy
My angel babby
Me little ninja
Me little dancer
Me little streetfighter
Me little chancer
Me love me boy
Me love me babby
My pride and joy
Me little puppy

 

Mick Wilbury (Miguel Aranega)
bondade e honestidade não são qualidades, são obrigações.

Anúncios
Tagged with:

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Sal said, on 18/02/2008 at 9:29 pm

    belo texto, bela canção, bela homenagem, triste lembrança!
    parabéms cumpadi!!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: