Enquanto um não é dois

Posted in Comportamento, Concurso, Opinião by Colaborador on 12/06/2008

Junho. Início do inverno. Além dos dias calorosos do verão, os banhos frios e o excesso de ar condicionado ficaram para trás. Trocamos nossas roupas leves e curtas pelo peso de lãs, jaquetas e cobertores, que possam de alguma forma nos aquecer nesta estação fria. As festas badaladas de sábado à noite, geralmente são trocadas pelas sessões de filmes regados à pipoca e um bom vinho (não que isso seja regra, mas sair de casa em dias de baixa temperatura tem que valer muito a pena!).

Essa época de certa “ausência de calor”, para muitos, não somente significa falta de calor solar, como também calor humano. Quem sabe por isso, o Dia dos Namorados no Brasil foi escolhido para ser celebrado nesta época. Talvez para instigar nas pessoas o “calor” que há nelas e principalmente de algum modo homenagear alguém que se ama.

Em qualquer lugar que se está, há algo que lembre esta data: nos out-doors no meio da rua, nas propagandas de televisão ou de rádio e também na internet – com links ou pop-ups de anúncios sobre a data. Mas não é somente o intuito comercial que chama a atenção: parece que justamente nesta época do ano, os casais estão em alta, ou seja, parece que onde quer se esteja sempre há um grande número de casais por perto.

Não tenho nada contra casais. Mas para alguns solteiros esta época é de certa forma complicada. O que mais me surpreende não é o fato de algumas pessoas namorarem, mas sim a facilidade e a rapidez que isso acontece para alguns. E também o que surpreende é que aquela pessoa que você menos imaginava (o mais galinha da faculdade ou a menos bonita da sala) do dia para a noite aparecem de mãos dadas, ou com alianças nos dedos.

Tenho que concordar que realmente o ser humano é um ser social, acostumado a conviver em grupo, ou no mínimo compartilhar suas atividades e experiências com uma outra pessoa. Acho que em determinado momento, todo mundo sente a necessidade de ter ‘um alguém’ (que aqui se incluam desde o mais galinha até a menos bonita!). E é justamente nesta época do ano que para alguns solteiros, encontrar uma pessoa especial parece uma tarefa difícil. Já que o enfoque são os casais e todos parecem estar namorando, menos você.

Taiana Eberle
Que não gastou dinheiro com presentes para o Dia dos Namorados.

Anúncios
Tagged with:

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Marina Fiamoncini said, on 16/06/2008 at 6:43 pm

    todos os dias do ano são ótimos dias para dar um presentinho, fazer uma surpresa ou dizer que ama…
    no mais é puro capitalismo…
    não se sinta presionada!
    namorado só para essa data não serve, você precisa aguentá-lo todos os outros dias do ano.

    (e essa, sem dúvida, é a melhor parte…)

    no dia 13 o pessoal já tá todo normal de novo (parou de suspirar) e as vitrines já perderam a cor rosa e vermelha…
    mais quem realmente te merece vai lembrar de ti para sempreeee, ou pelos próximos dias pelo menos…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: