Festival de Dança de Joinville

Posted in Comportamento, Música, Opinião, Vídeo by Renaralmeida on 28/07/2008

A noite dos Campeões do 26o Festival de Dança de Joinville, que aconteceu no sábado, 26/07, resumiu em grande estilo os 11 dias de apresentações. Toda a cidade foi tomada por corpos compassados nos mais diversos ritmos. Tanto praças, escolas e shoppings comportaram apresentações de dança no estilo ballet, jazz, street dance, contemporânea e popular. Mas o melhor ficava para o centro de eventos Cau Hansen, onde foram premiados os campeões.

Sobre o festival há muito aqui e aqui. O que gostaria de colocar nessas linhas são algumas impressões de alguém que, pela primeira vez, conferiu essa movimentação em Joinville – apesar de não ter a mínima coordenação motora para acompanhar o ritmo dois-um-dois na hora da dança.


Noite dos Campeões
1º lugar Balé Clássico de Repertório
Gran Pas-de-deux Cat. Sênior – Elisa.
26/07/2008

Em primeiro lugar, a impressão que tive é que 80% do festival é voltado para o ballet. Talvez por Joinville comportar a tradicional escola Bolshoi, mas houve momentos em que a própria platéia na noite dos campeões não agüentava mais tanto Pas-De-Déux. Mesmo assim, as apresentações do estilo clássico foram merecedoras da premiação – destaque para a companhia Conservatório, do Rio de Janeiro.


Noite dos Campeões
1º Lugar Danças Populares Conj. Sênior
Academia Corpo Livre.
26/07/2008

O estilo de dança popular encantou o público e, por incrível que pareça, a maioria dos primeiros lugares ficaram com escolas de ensino com projetos de dança (e não alguma academia renomada ou centro de dança específico). Aliás, a noite dos campeões fechou suas apresentações uma apresentação oriental da companhia Márcia Bueno, de  São Bernardo do Campo. (clique aqui e confira fotos do Click RBS da noite dos campeões)

Não sou um freqüentador assíduo desse tipo de espetáculo, muito menos um conhecedor de todas as regras de etiqueta e comportamento. Porém, um dos poucos pontos falhos de acompanhar as danças foi o público. Infelizmente não houve comportamento. Durante as apresentações finais, dos já vencedores, muitos na platéia davam gritos empolgados a cada movimento ousado e se comportavam como se fossem uma arquibancada em um jogo de futebol. Para dança de rua e ritmos mais agitados, tudo bem. Mas será que é mesmo necessário essa empolgação em estilos clássicos (e será que o público consegue compreender a mensagem que a dança quer trasmitir) com tanta agitação?

Opiniões de espectador frustrado à parte, como primeira vez em acompanhar um evento como este valeu (muito) a pena. A beleza dos movimentos e do espetáculo como um todo é capaz de provocar espasmos nos pés mais pesados à dança.

Confira abaixo a galeria de imagens feitas por Renara Almeida na Noite dos Campeões: Clique em cada uma para ampliar

Joel Minusculi
Que ficou com os pés inquietos durante algumas apresentações.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: