Direção Oposta

Posted in Literatura, Poesia by Sal on 07/10/2008

Aqui fora nesta intépida noite
Nascemos e criamos nossos encantos
Gritamos na vastidão que assola o espaço
Enfrentamos a arena de leões inóspitos
Com suas jubas verdes e seus olhares vítreos

Longe da artéria que trás lodo do coração
Ano passado no último momento curtimos a dor inesperada
Lançados contra todo orgulho da terra
Alterada a ingratidão que nos encerra

Corremos na direção oposta ao vento
Retendo o medo
Ateando fogo ao desespero
Todos os precipícios são apoteóticos
Conhecemos o término
Embarcamos no som exótico e na letra perdida

Encaramos o tormento vil
De quem viu
E não soube enxergar o final!

Por Ariston Sal Junior

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Raquel said, on 07/10/2008 at 10:48 am

    Fiquei inspirada hj! 😀

    Parabéns Salito!

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: