DVD – Across The Universe

Posted in Cinema, Música, Vídeo by Sal on 13/06/2008

Finalmente chega às locadoras o musical Across The Universe. Uma história de amor recheada de música dos Beatles que fará a cabeça de fãs e não fãs do quarteto de Liverpool (se você não assistiu no cinema). O filme já mereceu inclusive uma resenha crítica, aqui no PGNMB, da nossa ex-colaboradora Luciana Cunha.

O longa em questão, dirigido por Julie Taymor, é uma história de amor, ambientado na turbulenta década de 1960. Seus protagonistas, Jude e Lucy, aliados a uma pequena trupe, são atraídos pelos movimentos contrários a guerra e da contracultura em meio aos protestos contra a guerra no Vietnã, as viagens de explorar a mente e o embalo do rock n roll. Gostou?

Dr. Robert e Mr kite, vividos por Bono Vox e Eddie Izzard, são seus guias. Personagens fantásticos em uma época que os comportava. Tudo isso regado a muita música de John Lennon, Paul McCartney e George Harrison e… Ringo Starr (sim, ele compôs Flying junto com os outros três).

Liverpool e Greenwich Village são alguns dos cenários na trama. No meio de um turbilhão de emoções e conflitos o jovem casal de separa. Mas é aí que Jude e Lucy, contra todos e tudo, precisam encontrar um jeito de voltarem um para o outro.

Tudo no filme é relacionado aos Beatles. O filme é conduzido pela trilha sonora dos Fab Four, não com canções originais, mas regravações de vários artistas cantando as músicas do grupo. Além de várias referências a obra do quarteto em cenas e diálogos.

Um DVD para ver, rever, apresentar aos amigos, assistir com a(o) namorada(o) e se transportar para um mundo mágico que somente os bons musicais proporcionam..

Across the Universe – All is need is love…

Ariston Sal Junior
Que viciou no filme e não para de assistir

Anúncios
Tagged with:

À procura da Felicidade

Posted in Cinema by Sal on 24/11/2007

À Procura da Felicidade, dirigido por Gabrielle Muccino, baseia-se na história real de Chris Gardner (Will Smith), um cara na faixa dos 30 anos de idade, que desempregado e sem ter onde morar vive com o filho, interpretado por Jaden Christopher Syre Smith (filho de Will Smith na vida real), onde dá.

Os lugares são diversos. Ora no metrô, ora em abrigos para sem-teto de São Francisco, Gardner decide se tornar um banqueiro. Começa como estagiário e com alguns empregos pequenos, até criar sua própria empresa e, aos poucos, enriquece tornando-se um exímio corretor da bolsa de valores.

A história de superação do personagem interpretado por Will, é, sem dúvida, uma daquelas histórias de que ao ouvirmos dizemos logo “Ah! Isso só acontece em filme!”, ou o típico “Fala sério, o cara não tinha nada e ficou milionário? Conta outra!”, mas não podemos esquecer que o personagem da película, Chris Gardner, é baseado na vida real do próprio.

O filme mostra as mazelas do protagonista, que em momento algum parece que vai dar a guinada para o sucesso. São tantas as dificuldades mostradas na trama que fica claro que o objetivo era emocionar o espectador, mostrando que é possível se dar bem na vida e enriquecer na “Terra da Liberdade”. O velho conceito do “American Dream”, onde trabalho duro e honesto, somado a perseverança irá resultar em sucesso profissional, independente de sua raça, credo, opção sexual e nível social. Para isso o roteirista omitiu que Gardner traia sua primeira mulher e batia na segunda. Só é mostrado o lado bom, do pai amável e protetor. Mas mesmo essas “omissões” não descaracterizam o filme, que cumpre sua mensagem de sacrifícios pessoais e determinação para chegar a um objetivo.

Nas locadoras em DVD


Título Original: The Pursuit of Happyness
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 117 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2006
Direção: Gabriele Muccino
Site Oficial: www.aprocuradafelicidade.com.br

Ariston Sal Junior

Café da manhã em Plutão

Posted in Cinema by Sal on 29/05/2007

Café da Manhã

Dica, dica, dica!!! Café da Manhã em Plutão (Breakfast on Pluto – Inglaterra/Irlanda, 2005), filme adaptado da obra literária de Patrick McCabe, com direção de Neil Jordan e que traz no elenco nomes como Cillian Murphy, Liam Neeson, Ruth Negga, está nas locadoras de todo o País.

A trama conta a história de Patrick Brady, interpretado pelo excelente Cillian. Este fora abandonado na porta de uma igreja, quando bebê, por sua mãe. Após ser adotado por uma família local o rapaz torna-se motivo de um profundo desgosto para seus pais por seu interesse, digamos assim, aos artigos exclusivamente femininos.

Quando decide encontrar seus pais biológicos, nada mais nada menos que uma empregada doméstica e um padre, Patrick já é um adolescente e quanto mais investiga seu passado, mais surpreendente torna-se a sua história.

O diretor Neil Jordan também assina o roteiro da produção. O longa foi elogiadíssimo no Festival de Cinema do Rio, em 2005 e para muitos críticos é a interpretação da vida de Cillian Murphy. Para quem não está lembrado, o ator interpreta o vilão Espantalho no filme Batman Begins e ficaria com o papel do morcegão, segundo o diretor da película, Christopher Nolan. Só não ficou por que seu tipo físico não era adequado ao Bruce Wayne/Batman.

Em uma primeira impressão o longa-metragem pode parecer um drama denso, mas não é, longe disso. Bem dirigido, bem interpretado, com boa trilha sonora (que traz Cole Porter, Harry Nilsson, T-Rex, Van Morrison entre outros) e uma fotografia impecável, Café da Manhã em Plutão é um filme divertido que merece a locação.

 

Ariston Sal Junior
Que ainda não decidiu uma assinatura